Fiquei sabendo por intermédio do amigo Luis Nardelli que existe um manifesto que precisa da atenção de todos, uma tentativa organizada por colecionadores que anseiam por melhorias em nossa área, e claro que estaremos aqui sempre para dar apoio a esse tipo de ação, vamos conhecer:

Sabemos que o dinheiro é algo presente no dia-a-dia do cidadão e por permear em todos os níveis sociais, além de ser uma ferramenta de disseminação de riqueza, pode tornar-se também uma ferramenta de disseminação de conhecimento e da cultura de um povo.

Com isto em mente, a Sociedade Numismática Brasileira, as Associações Numismáticas e alguns numismatas do Brasil uniram esforços e intercederam junto ao Banco Central para emissão de moedas comemorativas com temática alusiva aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, culminando na emissão de uma linda coleção de peças alusivas aos Jogos em 2014, 2015 e 2016.

Presenciamos e ainda vemos o resultado das emissões destas moedas na numismática brasileira. Milhares de novos colecionadores, retorno de vários outros à arte de colecionar, várias pessoas retornando ao estudo numismático; um verdadeiro efervescer de cultura que começou em torno das pequenas moedas bimetálicas do real e se estende às moedas mais antigas de nossa numária.



Apesar de estas emissões de moedas comemorativas já terem demonstrado o potencial do colecionismo e a paixão do brasileiro e do mundo à arte de colecionar, aos poucos a numismática brasileira tem retornado à era das baixas emissões de moedas temáticas e no ano de 2017 não tivemos emissões comemorativas, nem especiais de nosso dinheiro.

Enquanto vemos emissões frequentes e até mensais em vários países do mundo, o Banco Central do Brasil, responsável pela emissão de nosso dinheiro, não dá sinais de que realizará novas emissões temáticas de grande circulação que poderão fomentar ainda mais a numismática brasileira.

Para colecionadores de cédulas, a situação ainda é mais crítica. A última emissão de cédula comemorativa foi há mais de 17 anos, quando o Banco Central do Brasil emitiu a cédula de 10 reais em comemoração aos 500 anos do descobrimento.

Não há notícias nem são cogitadas pelo Banco Central emissões de moedas e cédulas temáticas do real, uma perda para a numismática brasileira. Poderíamos ter cédulas e moedas emitidas com temática ou homenageando:

  1. As nossas unidades da federação (estados);
  2. As nossas grandes capitais estaduais;
  3. As festas regionais e religiosas de nosso povo;
  4. Aos nossos belos parques nacionais;
  5. À nossa fauna e flora cada vez mais extinta e explorada ilegalmente;
  6. Ao nosso patrimônio histórico e cultural;
  7. Aos momentos históricos de nosso país;
  8. Aos nossos ilustres brasileiros que sucumbem no esquecimento;



Estes temas e muitos outros aspectos de nossa cultura poderiam servir de matéria prima para emissões de cédulas e moedas do real, mas não são cogitados pelo nosso Banco Central e definham na memória dos brasileiros.

Como sugestões de datas históricas, possíveis temas para moedas e cédulas, podemos citar:

  1. 2018: 50 anos da morte de Assis Chateaubriand;
  2. 2018: 50 anos do 1º transplante de coração no Brasil;
  3. 2019: 50 anos do Milésimo gol de Pelé;
  4. 2019: 50 anos de Fundação da ECT;
  5. 2021: 100 anos da morte da Princesa Isabel;
  6. 2020: 50 anos da Conquista da Jules Rimet;
  7. 2022: 50 anos do 1º título brasileiro na Fórmula 1;
  8. 2022: 200 anos da Independência do Brasil.

 

Todo numismata tem conhecimento das emissões especiais de moedas comemorativas do Banco Central, verdadeiras joias emitidas em pequenos lotes, cunhadas de forma refinada em prata e ouro, mas por seus altos valores são inacessíveis aos iniciantes e pequenos colecionadores. Por outro lado, são peças disputadas pelos colecionadores internacionais e de grande renome. Estas devem continuar sendo emitidas, mas não são o objeto deste manifesto.

Diante disto, nosso objetivo é encaminhar ao Presidente do Banco Central, uma petição juntada a este manifesto, devidamente apoiada pela Sociedade Numismática Brasileira e Associações Numismáticas, assinada por colecionadores de moedas e cédulas, experientes e iniciantes, bem como por pessoas que possuem interesse em ingressar no maravilhoso mundo da numismática, na busca de alcançar a sensibilização da instituição no seguinte:

  • Promover emissões de moedas e cédulas do real, comemorativas e/ou temáticas de grande circulação, acessíveis à população e colecionadores, com tiragem suficiente para disseminação de conhecimento e cultura pelo tema escolhido;
  • Dar apoio institucional e de promoção às instituições numismáticas brasileiras e aos colecionadores como um todo, a fim de divulgar a numismática brasileira no Brasil e no mundo;
  • Desenvolver um calendário regular de emissões de moedas e cédulas comemorativas e ou temáticas do Real, com divulgação do mesmo à toda comunidade numismática.

Com o devido apoio e subscrito pelos abaixo abaixo relacionados, este é nosso manifesto!

 

ASSINE AGORA




André Luiz Padilha

Graduado em direito com especialidade em meios alternativos de soluções de conflito e atualmente é estudante de História. Colecionador de moedas desde 1997 e numismata desde 2011. É um ativo divulgador da numismática nacional publicando diversos artigos e estudos por dezenas de plataformas, presta serviços como avaliador e consultor em pelo menos 9 países, também é o fundador da Numismática Castro, do CNERJ e do canal Café e Numismática. É sócio da American Numismatic Association (ANA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.