Kremnica é o centro histórico da mineração de ouro e da moeda na Eslováquia. As moedas são cunhadas na casa da moeda local há quase setecentos anos.

A construção da casa da moeda está localizada na parte noroeste da praça central da cidade de Kremnica. No início, os florins e, mais tarde, no segundo terço do século 14, também foram cunhados ducados do ouro extraído localmente.



O edifício histórico da casa da moeda em Kremnica originalmente consistia em várias casas góticas do século XV. Eles foram reconstruídos e arquitetonicamente unificados no século XVI. O prédio teve sua própria fortificação e arsenal. A parte mais antiga da casa da moeda, como a conhecemos agora, é a sua ala sudeste onde a sala com o tesouro original que se apoia no meio do pilar do Renascimento ainda existe.

O Museu de moedas e medalhas que ocupa uma das antigas casas de hambúrguer na fileira sul da praça é uma fonte de informações sobre a tradição local na gravação de moedas e medalhas.

A casa da moeda de Kremnica abriu exposição de moedas que oferece uma vista em exposições interessantes nos quartos renovados do edifício histórico da casa da moeda, juntamente com um passeio único pela histórica casa de cunhagem. A sala de cunhagem é o coração de casa da moeda, é o clímax do processo altamente profissional e tecnicamente preciso de tratamento das ligas de metais para cunhagem. O conjunto preservado de máquinas da casa  da moeda, da marca Vulkan, nas instalações da casa da moeda representam as origens e tradições dos processos de cunhagens antigos e modernos, essa mostra é de extrema importância internacional. Vários milhões de moedas foram cunhadas nestas máquinas e nestas instalações, não só para o país de origem, mas também para um décimo dos países em todo o mundo.

Hoje, os visitantes também foram autorizados a ver a nova fábrica de moeda, usada para cunhar moedas de euro eslovacas.

Fonte: Vydavateľstvo Dajama, Mincovňa Kremnica š.p.




André Luiz Padilha

Graduado em direito com especialidade em meios alternativos de soluções de conflito e atualmente é estudante de História. Colecionador de moedas desde 1997 e numismata desde 2011. É um ativo divulgador da numismática nacional publicando diversos artigos e estudos por dezenas de plataformas, presta serviços como avaliador e consultor em pelo menos 9 países, também é o fundador da Numismática Castro, do CNERJ e do canal Café e Numismática. É sócio da American Numismatic Association (ANA)

1 comentário

Amanda · 22 de fevereiro de 2018 às 11:29

Caramba!! Até que enfim encontrei um site com conteúdo de qualidade. Parabéns pelo site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.