Promoção!

Homenagem a São Sebastião do Rio de Janeiro

R$200,00 R$160,00

Homenagem da Casa da Moeda do Brasil a São Sebastião, Santo Padroeiro do Rio de Janeiro

Em estoque (pode ser encomendado)

Descrição

São Sebastião nasceu em Milão, na Itália, de acordo com Santo Ambrósio, por volta do século III, embora haja versões de que tenha nascido em Narbonne, na França. Pertencente a uma família cristã, foi batizado em criança. Mais tarde, tomou a decisão de engajar-se nas fileiras romanas e chegou a ser considerado um dos oficiais prediletos do Imperador Diocleciano. Contudo, nunca deixou de ser um cristão convicto e ativo. Fazia de tudo para ajudar os irmãos na fé, procurando revelar o Deus verdadeiro aos soldados e aos prisioneiros. Secretamente, Sebastião conseguiu converter muitos pagãos ao cristianismo. Até mesmo o governador de Roma, Cromácio, e seu filho, Tibúrcio, foram convertidos por ele.
Em certa ocasião, Sebastião foi denunciado, pois estava contrariando o seu dever de oficial da lei. Teve, então, que comparecer ante o imperador para dar satisfações sobre o seu procedimento.
Diante do Imperador, Sebastião não negou a sua fé e foi condenado à morte, sem direito à apelação. Amarrado a um tronco, foi varado por flechas, na presença da guarda pretoriana. No entanto, uma viúva chamada Irene retirou as flechas do peito de Sebastião e o tratou.
Assim que se recuperou, demonstrando muita coragem, se apresentou novamente diante do Imperador, censurando-o pelas injustiças cometidas contra os cristãos, acusando-o de inimigo do Estado. Perplexo com tamanha ousadia, Diocleciano ordenou que os guardas o açoitassem até a morte. O fato ocorreu no dia 20 de janeiro de 288.
São Sebastião é um santo muito popular e padroeiro do município do Rio de Janeiro, dando seu nome à cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro. Reza a lenda que, na batalha final que expulsou os franceses que ocupavam o Rio, São Sebastião foi visto de espada na mão entre os portugueses, mamelucos e índios, lutando contra os franceses calvinistas.
Além disso, o dia da batalha coincidiu com o dia do santo, celebrado em 20 de janeiro. São Sebastião é o protetor da humanidade contra a fome, a peste e a guerra.

Texto de WikiRio

Descrição da Medalha:

Anverso:
Coroando a medalha, um reprodução tampográfica do vitral com o tema da Batalha das Canoas. O padrão do friso do vitral se repete, contornando todo o bordo. No lado esquerdo, a imagem de São Sebastião. Ao lado direito as legendas: “São Sebastião do Rio de Janeiro” e “20 de Janeiro”.

Reverso:
Emoldurando a medalha, um orla com a legenda em relevo negativo: “Santuário Basílica São Sebastião Frades Capuchinhos”. Ao centro, a imagem da Basílica sobreposta a moldura. Logo abaixo, o símbolo da Ordem dos Frades Capuchinhos.


País: Brasil
Cunhagem: Casa da Moeda do Brasil
Criação e Modelagem: Érika Takeyama e Fernanda Costa
Referência: 803401 / CMB072
Temas: Homenagem a São Sebastião do Rio de Janeiro
Emissão: Edital 01/2018
Material: Bronze
Peso: 55g
Diâmetro: 50mm
Tiragem Total: 700


ATENÇÃO: Produto fornecido diretamente pela Casa da Moeda do Brasil, encontra-se em estado totalmente novo. Para essas medalhas não serão aceitas a entrega via CARTA REGISTRADA, fique atento para a escolha do método de entrega adequado, sendo este PAC, ou SEDEX quando disponível, mais informações  pelo e-mail contato@numismaticos.com.br.

Informação adicional

Peso 500 g
Dimensões 21 × 15 × 5 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.