Oferta!

300 Anos do Encontro da Imagem de N. Sr.ª Aparecida – Santuário

R$200,00 R$170,00

Homenagem da Casa da Moeda do Brasil aos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora de Aparecida, com o Santuário Nacional de Nossa Senhora da Conceição Aparecida no Reverso

Em estoque (pode ser encomendado)

Descrição

Fotografia rara mostra como era a imagem surgida das águas
(antes do atentado de 1978)

Nossa Senhora da Conceição Aparecida, popularmente chamada de Nossa Senhora Aparecida, é a padroeira do Brasil. Venerada na Igreja Católica, Nossa Senhora Aparecida é representada por uma pequena imagem de terracota da Virgem Maria, atualmente alojada na Basílica de Nossa Senhora Aparecida, localizada na cidade de Aparecida, em São Paulo.
Sua festa litúrgica é celebrada em 12 de outubro, um feriado nacional no Brasil desde 1980, quando o Papa João Paulo II consagrou a Basílica, que é o quarto santuário mariano mais visitado do mundo, capaz de abrigar até 45.000 fiéis.

Há duas fontes sobre o achado da imagem, que se encontram no Arquivo da Cúria Metropolitana de Aparecida (anterior a 1743) e no Arquivo da Companhia de Jesus, em Roma: a história registrada pelos padres José Alves Vilela, em 1743, e João de Morais e Aguiar, em 1757, cujos documentos se encontram no Primeiro Livro de Tombo da Paróquia de Santo Antônio de Guaratinguetá.
Segundo os relatos, a aparição da imagem ocorreu na segunda quinzena de outubro de 1717, quando Pedro Miguel de Almeida Portugal e Vasconcelos, conde de Assumar e governante da capitania de São Paulo e Minas de Ouro, estava de passagem pela cidade de Guaratinguetá, no vale do Paraíba, durante uma viagem até Vila Rica.
O povo de Guaratinguetá decidiu fazer uma festa em homenagem à presença de Dom Pedro de Almeida e, apesar de não ser temporada de pesca, os pescadores lançaram seus barcos no Rio Paraíba com a intenção de oferecerem peixes ao conde. Os pescadores Domingos Garcia, João Alves e Filipe Pedroso rezaram para a Virgem Maria e pediram a ajuda de Deus. Após várias tentativas infrutíferas, desceram o curso do rio até chegarem ao Porto Itaguaçu. Eles já estavam a desistir da pescaria quando João Alves jogou sua rede novamente, em vez de peixes, apanhou o corpo de uma imagem da Virgem Maria, sem a cabeça. Ao lançar a rede novamente, apanhou a cabeça da imagem, que foi envolvida em um lenço. Após terem recuperado as duas partes da imagem, a figura da Virgem Aparecida teria ficado tão pesada que eles não conseguiam mais movê-la. A partir daquele momento, os três pescadores apanharam tantos peixes que se viram forçados a retornar ao porto, uma vez que o volume da pesca ameaçava afundar as embarcações. Esta foi a primeira intercessão atribuída à santa.

Descrição da Medalha:

Anverso:
No centro, imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida (colorida por tampografia), tendo na parte inferior os anos: 1717/2017. Contornando a orla, as legendas: RAINHA E PADROEIRA DO BRASIL / SENHORA DA CONCEIÇÃO APARECIDA.

Reverso:
Santuário Nacional de Nossa Senhora da Conceição Aparecida
Iniciou-se no ano de 1955, a construção da Nova Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Projeto assinado pelo arquiteto Benedito Calixto de Jesus, e aprovado pela Comissão Pontifícia da Santa Sé.
A pedra fundamental foi colocada no dia 10 de setembro de 1946, no “Morro das Pitas”. Os serviços de terraplenagem começaram em setembro de 1952.
Em julho de 1980, em cerimônia solene presidida por Sua Santidade o Papa João Paulo II, a Basílica foi consagrada oficialmente a Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Toda a construção do Santuário é mantida, quase que exclusivamente, pelas doações dos devotos de Nossa Senhora Aparecida.
Maior santuário mariano e segunda maior igreja do mundo. Tem capacidade para acolher em seu interior 43 mil pessoas; suas naves medem 40 m de altura; cúpula central 70 m; torre 100 m; sua área coberta corresponde a 18.000 m²; até então foram utilizados 25 milhões de tijolos; sua área construída corresponde 23.300 m²; foram usadas 257.000 telhas. Por ano, 12 milhões de peregrinos visitam o Santuário Nacional.
Do lado externo do Santuário, encontra-se o Campanário, projeto de Oscar Niemayer. Neste, estão contidos 13 sinos em bronze, projetados pelo artista sacro C. Pastro.


País: Brasil
Cunhagem: Casa da Moeda do Brasil
Criação e Modelagem: Cláudio Pastro (in memorian), Luiz Henrique e Nelson Carneiro
Referência: 803292 / CMB077
Temas: 300 Anos do Encontro da Imagem de N. Sr.ª Aparecida
Emissão: Edital 06/2017
Material: Bronze
Peso: 55g
Diâmetro: 50mm
Tiragem Total: Não informado


ATENÇÃO: Produto fornecido diretamente pela Casa da Moeda do Brasil, encontra-se em estado totalmente novo. Para essas medalhas não serão aceitas a entrega via CARTA REGISTRADA, fique atento para a escolha do método de entrega adequado, sendo este PAC, ou SEDEX quando disponível, mais informações  pelo e-mail contato@numismaticos.com.br.

Informação adicional

Peso 500 g
Dimensões 21 × 15 × 5 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.