Oferta!

100 Anos do Samba

R$200,00 R$190,00

Medalha cunhada pela Casa da Moeda do Brasil em 2016 para comemorar o Centenário da música “Pelo Telefone”, considerado o primeiro Samba.

Em estoque (pode ser encomendado)

Descrição

O samba, ritmo musical criado pelos escravos africanos, símbolo da tradição cultural brasileira, patrimônio imaterial, reconhecido também pela Unesco em 2005 como Patrimônio da Humanidade, comemorou no ano de 2016, o seu centenário. O ano de 1916 entrou para a história da Música Popular Brasileira graças à iniciativa de Ernesto Joaquim Maria dos Santos mais conhecido como Donga, autor de Pelo telefone, datado de 1916 e, considerado o primeiro samba brasileiro.
Em 6 novembro de 1916, Ernesto dos Santos, o Donga, entrega uma petição de registro para o samba carnavalesco Pelo telephone, no Departamento de Direitos Autorais, da Biblioteca Nacional. A partitura manuscrita para piano, feita por Pixinguinha estava dedicada a dois foliões, os carnavalescos Peru, Mauro de Almeida e Morcego, Norberto Amaral. Em 16 de novembro de 1916, Donga anexou à petição um atestado que afirmava ter sido o samba Pelo telephone executado pela primeira vez em 25 de outubro de 1916 no Cine-Teatro Velho. O registro da obra foi efetuado pela Biblioteca Nacional em 27 de novembro de 1916, com o número 3.295.
O samba Pelo telephone fez grande sucesso no carnaval de 1917, dando origem a inúmeras paródias.
A palavra samba procede da expressão africana semba (umbigada), empregada para designar dança de roda, popular em todo o Brasil. Os sambas mais conhecidos são os da Bahia, Rio de Janeiro e São Paulo. Na Bahia, adquiriu denominações conforme as variações coreográficas. No Rio de Janeiro, inicialmente era a dança de roda entre os habitantes dos morros, daí nasceu o samba urbano carioca, espalhado por todo o território nacional.

Texto da Biblioteca Nacional

Descrição da Medalha:

Anverso:
No anverso temos, em destaque, mãos tocando um pandeiro. No entorno, a legenda “100 ANOS DO SAMBA”.

Reverso:
No reverso, padrões concêntricos fazem referência a um disco de vinil remetendo à primeira gravação de um samba.


País: Brasil
Cunhagem: Casa da Moeda do Brasil
Criação e Modelagem: Fernanda Costa
Referência: 803172 / CMB036
Temas: Centenário do Samba
Emissão: Edital 06/2016
Material: Bronze
Peso: 55g
Diâmetro: 50mm
Tiragem Total: 350


ATENÇÃO: Produto fornecido diretamente pela Casa da Moeda do Brasil, encontra-se em estado totalmente novo. Para essas medalhas não serão aceitas a entrega via CARTA REGISTRADA, fique atento para a escolha do método de entrega adequado, sendo este PAC, ou SEDEX quando disponível, mais informações  pelo e-mail contato@numismaticos.com.br.

Informação adicional

Peso 500 g
Dimensões 21 × 15 × 5 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.

Você também pode gostar de…

  • Oferta!
    Medalhas

    100 Anos do Samba

    Medalha cunhada pela Casa da Moeda do Brasil em 2016 para comemorar o Centenário da música “Pelo Telefone”, considerado o primeiro Samba.

  • Medalhas

    100 Anos do Samba

    Medalha cunhada pela Casa da Moeda do Brasil em 2016 para comemorar o Centenário da música “Pelo Telefone”, considerado o primeiro Samba.

  • Oferta!
    Moedas Comemorativas

    Centenário de Ary Barroso

    Moeda desenvolvida pela já conceituada gravadora Kátia Dias, em homenagem ao Centenário do compositor Ary Barroso em 2003